início do conteúdo

11 cursos do IFMT recebem selo de qualidade estrelado pelo Guia do Estudante, da Revista Abril

Publicado em: Reitoria / 1 de Setembro de 2017 às 17:02

11 cursos de sete campi e um centro de referência do Instituto Federal de Mato Grosso foram estrelados na avaliação de cursos superiores realizada pelo Guia do Estudante (GE) no ano de 2017 e constarão, juntamente com os demais cursos ofertados pela instituição, na publicação Guia do Estudante - Profissões Vestibular 2018 (Revista Abril), que passa a circular nas bancas a partir do dia 16 de outubro. 

Os cursos e campi do IFMT que receberam a avaliação estrelada são:

Campus Curso Estrelas
Cáceres Engenharia Florestal (Bacharelado) 3
Campo Novo do Parecis Agronomia (Bacharelado) 3
Campo Novo do Parecis Matemática (Licenciatura) 3
São Vicente - Centro de Referência de Campo Verde Agronomia (Bacharelado) 3
Confresa Agronomia (Bacharelado) 3
Confresa Ciências Naturais e Exatas (Licenciatura) 3
Cuiabá - Bela Vista Engenharia de Alimentos (Bacharelado) 3
Cuiabá - Cel. Octayde Jorge da Silva  Secretariado Executivo (Bacharelado) 4
Juína Ciências Biológicas (Licenciatura) 3
Juína Matemática (Licenciatura) 3
Pontes e Lacerda Física (Licenciatura) 4

A Assessoria de Comunicação da Reitoria conversou com o reitor e alguns dos diretores-gerais dos campi que receberam a avaliação estrelada para saber a opinião deles sobre o recebimento desse selo de qualidade feito pela Revista Abril. 

Para o reitor do IFMT, professor Willian Silva de Paula, fazer parte desse guia é uma forma de reconhecimento do trabalho desses campi e de pontuar uma ação para os demais campi. “Com certeza estaremos configurando nos próximos anos a presença de todos os 19 campi. Receber uma qualificação como essa do Guia do Estudante motiva e incentiva os estudantes a estudarem nos Institutos Federais”.

O reitor frisou que é uma satisfação muito grande figurar no GE, pois mostra o trabalho do IFMT no ensino, na pesquisa e na extensão. “São momentos como esse. Quando alguém fala e demonstra o trabalho do Instituto Federal, como uma instituição, sim de valor, com qualidade e com profissionais comprometidos na área da formação profissional”, destacou o reitor.

Para o diretor-geral do Campus Confresa, Giliard Brito de Freitas, o recebimento do selo de qualidade com nota 3 (bom) pelo Guia Estudante nos cursos de Agronomia (Bacharelado) e Ciências Naturais e Exatas (Licenciatura) é um reconhecimento do trabalho dos servidores do campus, não só de agronomia, mas em licenciatura em ciências da natureza.

“O nosso campus, os servidores estão de parabéns! Estou orgulhoso porque a cada dia, dedicam boa parte de suas vidas no nosso campus e nossa instituição, para ser cada vez melhor”, disse Gilliard Freitas. Ele salientou que o estudante interessado em estudar no Campus Confresa pode esperar uma boa formação e um ensino de qualidade.

Já para o diretor-geral do Campus Campo Novo do Parecis, Fabio Luiz Bezerra, que teve os cursos de Agronomia (Bacharelado) e Matemática (Licenciatura) estrelados com nota 3 (bom) pelo Guia do Estudante disse que o resultado representa a consolidação de um trabalho em equipe.

“O resultado é o fruto de trabalho de muita dedicação dos nossos servidores e dos nossos estudantes também, porque o reconhecimento não viria sem a participação dos estudantes. Mas principalmente do quadro dos servidores que contribui, se dedica todos os dias para que esse resultado aconteça”, disse Fabio Bezerra.

Para os estudantes que desejam estudar no Campus Campo Novo do Parecis num dos cursos estrelados, ele falou que o pode esperar uma instituição aberta para recebê-lo, cheia de oportunidades e parcerias com o setor produtivo.

O Campus Pontes e Lacerda – Fronteira Oeste, teve o curso de Física (Licenciatura) estrelado com nota 4 (muito bom). O diretor-geral do campus, professor Stefano Teixeira Silva, falou que essa notícia deixou a comunidade acadêmica muito feliz.

“Ter um curso que tem uma recomendação de uma revista como o Guia Estudante que é uma revista de circulação nacional, com uma certificação com nota 4, tem um respeito. Isso mostra o quanto o nosso campus tem desenvolvido as atividades dentro dos cursos, não só de licenciatura em física, mas os outros que ofertamos em nível superior”, disse Stefano Silva.

O diretor-geral ressaltou que esse resultado é fruto das atividades de todos os servidores do campus nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. “Dentro do curso de Licenciatura em Física, especificadamente, nós desenvolvemos várias atividades, desde o PIBID, que funciona também como uma atividade de apoio ao ensino, e de manutenção dos nossos alunos do curso. Atividades de pesquisa, de extensão como é caso do clube de astronomia, e todas as atividades que são congregadas dentro do Curso de Física e com a participação dos alunos. Além do esforço dos nossos estudantes e dos nossos coordenadores em alavancar o status do nosso curso”, disse o diretor do Campus Pontes e Lacerda.

O curso de Engenharia Florestal (Bacharelado) do Campus Cáceres – Prof. Olegário Baldo foi estrelado e recebeu nota 3 (bom). O diretor-geral, professor Salmo Cesar da Silva, falou que o resultado é motivo de muito orgulho e isso dá credibilidade no trabalho que vem sendo feito pelo corpo docente, por toda instituição e pelos alunos.

"É um curso que vem se solidificando a cada ano, vem entrando no meio produtivo local e tem um grande quadro técnico com professores qualificados. Tanto é que mesmo estando dentro do Guia do Estudante e estamos reformulando nosso PPC (Projeto Pedagógico de Curso), com professores que retornaram do doutorado com novas ideias e melhorar a qualidade do ensino ofertado.

O diretor-geral do Campus São Vicente, Livio Wogel, falou sobre o curso de Agronomia (Bacharelado) do Centro Avançado de Campo Verde que foi estrelado e recebeu nota 3 (bom). “O resultado é o reconhecimento de um trabalho feito, de uma equipe de professores e técnicos muito competentes. Esse resultado não é só com os trabalhos de ensino, mas de pesquisa e extensão. Isso demonstra que a gente está cumprindo nosso objetivo que é formar gente de qualidade, não só para o mercado, como para o mundo do trabalho”, disse Livio Wogel.

Ele salientou que esse curso foi reconhecido a dois anos como o melhor do Centro-Oeste e o melhor de Mato Grosso. Nosso corpo docente é extremamente qualificado. “A área de práticas é muito forte. Nós temos uma fazenda que tem cinco mil hectares e temos tradição de conhecimento nessa área. Se alguém quer um curso de qualidade com pratica, com atividades de pesquisa e extensão, estudando com os melhores professores da região, Campo Verde é a melhor pedida”, disse Livio Wogel.

O curso de secretariado executivo (Bacharelado) do Campus Cuiabá – Cel. Octayde Jorge da Silva, foi estrelado pelo Guia do Estudante e recebeu nota 4 (muito bom). Para o diretor-geral do Campus Cuiabá, Cristovam Albano, foi uma satisfação, o que não deixa de ser uma surpresa em função dos trabalhos que os docentes realizam pelo curso. “É um curso que já obteve nota 5 no Enade. Então demonstra o profissionalismo do nosso pessoal à frente desse curso, o que nos deixa muito satisfeito e muito feliz”, finalizou Cristovam Albano.

 

Ascom/Reitoria/IFMT - Juliana Michaela 

 

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Juína

Linha J, s/n - CEP: 78320-000

Telefone: (66) 3566-7300

Juína/MT