início do conteúdo

IFMT cria Centro de Referência em Educação a Distância (CREaD)

Publicado por: Reitoria / 18 de Novembro de 2019 às 12:44

O Instituto Federal de Mato Grosso criou o Centro de Referência em Educação a Distância que será uma das atribuições do Departamento de Educação a Distância. A portaria nº 2837/2019 RTR-SRDA/RTR-CG/RTR-GAB/RTR/ IFMT para criação do CREaD foi emitida na quarta-feira (13/11), pelo reitor do IFMT, professor Willian Silva de Paula.

A sede do CREaD será nas dependências da Reitoria e sua gestão será feita pelo DEaD. Nesses primeiros trinta dias será elaborado o regimento interno do CREaD.  O Centro de Referência em Educação a Distância (CREaD) tem entre suas atribuições: a consolidação das políticas institucionais da Educação a Distância no IFMT, vigente no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI); a oferta de cursos na modalidade a distância, em diferentes níveis e eixos tecnológicos, em programas de formação institucionais ou especiais, e a promoção da pesquisa em tecnologias educacionais para subsidiar as ações educativas do IFMT.

Para esse início das atividades, o CREaD terá a seguinte composição:

  • Docentes: responsáveis pelo desenvolvimento e execução dos projetos pedagógicos dos cursos e demais ações educativas na modalidade a distância;
  • Equipe multidisciplinar: responsável pelo desenvolvimento dos recursos tecnológicos educacionais para atender os cursos e ações educativas na modalidade a distância;
  • Apoio administrativo: responsável pela gestão dos processos administrativos que suportam as ações pedagógicas dos cursos e ações educativas na modalidade a distância.

O chefe do Departamento de Educação a Distância do IFMT, Constantino Dias da Cruz Neto, explicou que o centro de referência é uma unidade institucional que vai respirar a educação a distância no Instituto Federal. A demanda que o CREaD vai atender é relativa aos cursos e aos programas EaD.

“A partir de agora teremos condições de atender um público maior, com  um centro que vai pensar exclusivamente nas ofertas e nas ações educativas na modalidade a distância. Isso mostra também, a inovação do próprio Instituto, em se preocupar em atender essa nova possibilidade – que a EaD traz para a educação. Enfim, com todas essas novas legislações a respeito que possibilitam atender uma gama maior de pessoas, nos vários níveis de ensino, e o Instituto Federal está antenado com essas necessidades. É uma unidade que vai pensar e, de certa forma, consolidar, toda política EaD já prevista no plano de desenvolvimento institucional”, explica Constantino.

O Pró-Reitor de Ensino, Carlos de Oliveira Câmara salientou que o CREaD é um passo muito importante para a educação profissional em Mato Grosso, que é trazer a educação a distância alinhada ao desenvolvimento que o IFMT já representa no estado.

“O IFMT estava ligado a um produto oferecido por uma secretaria de um ministério, como é o caso do sistema UAB. Esse produto ficou por muito tempo dando identidade da educação a distância para o instituto. Até porque a gente não tinha professores lotados nesse programa. A gente tinha professores selecionados exclusivamente para atuar em projetos. Não tínhamos administrativo para apoio, porque as portarias limitavam o financiamento. Agora com o Centro de Referência eu posso ter o destaque, o êxito e o protagonismo dos professores e do administrativo do IFMT, ou seja, são eles que vão fazer de fato a educação a distância, e logicamente, com a qualidade que a gente já tem dos nossos cursos”, conta Câmara.

Ao ser questionado se haverá mais servidores ou servidores específicos sendo alocados para a EaD, Carlos Câmara respondeu que sim, “serão compostos quadros de docentes e técnicos administrativos para compor um colegiado de especialistas em educação a distância que irão atuar pedagogicamente e tecnicamente nos cursos”.

O Pró-Reitor de Ensino explicou que o centro viabilizará para mais municípios essa oportunidade dos cursos do IFMT, “não necessariamente só cursos novos, mas pode ter municípios que precisam ter cursos que a gente já tem presencial. E esse curso pode ser modelado na modalidade a distância e ser oferecido temporariamente em um município ou de forma a ser instituído em parceria com algum órgão para que a gente possa oferecer esse curso dedicado àquela comunidade”.

Sobre a relação do centro de referência para o desenvolvimento institucional do IFMT, o pró-reitor de Desenvolvimento Institucional, João Germano Rosinke, explicou que compete a Prodin todas aquelas ações que visam o desenvolvimento da instituição enquanto um todo, regimentalmente a Prodin tem como competência o planejamento, a articulação, o acompanhamento de ações da Reitoria com os campi, com os núcleos e os centros de referência.

João Germano conta que esse movimento dos centros iniciam numa escala nacional a partir de 2015, depois o próprio Conif trabalhou isso mais intensamente a partir de 2017, e agora o IFMT passa a ser a 16ª instituição da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica que institucionaliza o seu centro de referência em educação a distância, o CREaD.

“A Prodin juntamente com a Proen trabalham com essa meta desde o final de 2018 na transição para 2019, envidando esforços coletivos para discutir, para avaliar essa criação desse centro que passa agora a ser uma grata satisfação na implementação. O centro de referência é um marco importante para o desenvolvimento institucional e eu falo isso porque ele vai abrir a possibilidade de instituição de trabalhar vários outros projetos, como por exemplo, um projeto que está no nosso regimento geral da instituição, que é a criação da escola de formação, para poder ofertar uma formação principalmente para os nossos servidores. Então por isso que a criação do CREaD é um marco importante”, conta Rosinke.

O Reitor do IFMT, professor Willian Silva de Paula, destacou que o IFMT inicia novos passos na EaD, “como a questão de reconhecer o institucionalizar a EaD na nossa instituição. São passos muito importantes para nossa instituição avançar para dialogar cada vez mais com o crescimento estadual e da nossa nação. Hoje se discute muito no nacional e nas questões internacionais a importância da educação a distância para que realmente uma determinada população seja atendida através dos centro de excelência. Hoje com o olhar que a nossa instituição tem e o desejo que essa comunidade tem em contribuir para o desenvolvimento do estado, a Ead é a ferramenta que vai fazer com que essa instituição chegue e contribua com os 141 municipios”.

Wilian de Paula salientou que o centro de referência terá esse papel de alavancar, do desenvolver este estado através da EaD, mas principalmente de trazer também a formação inicial e continuada para os nossos docentes, técnicos administrativos, e cada vez mais trazermos o uso da tecnologia porque esse centro também desenvolverá tecnologia para serem usadas no dia-a-dia em sala de aula.

“Isso motivará, trará a diferença do fazer educação no estado, as pessoas que estarão lotadas aqui nesse centro procurarão desenvolver metodologia, assessoramento para os nossos campi, para as outras unidades, não só da nossa instituição, mas instituições parceiras, para cada vez mais a EaD ter seu protagonismo, sua força, assim como a Universidade Aberta do Brasil já tem dentro do nosso estado e do nosso país, e que fará parte desse centro, como o profuncionário. É fazer com que agora o Instituto realmente avance com esse olhar para a formação em EaD”, finalizou o reitor do IFMT.    

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Juína

Linha J, s/n - CEP: 78320-000

Telefone: (66) 3566-7300

Juína/MT