início do conteúdo

Proex divulga Relatório da Pesquisa de Acompanhamento de Egressos 2019

Publicado por: Campus Cuiabá - Bela Vista / 16 de Setembro de 2021 às 08:20

A Pró-Reitoria de Extensão publica nesta quinta-feira (16/09) o Relatório da Pesquisa de Acompanhamento de Egressos 2019. O documento apresenta números quantitativos e percentuais do universo de informações coletadas, apresentando informações a respeito da ocupação profissional, nível de estudos, opinião sobre aspectos de melhoria dos cursos, relatos de experiências no mundo do trabalho, avaliações sobre a política de Assistência Estudantil e Programas de Ensino, Pesquisa e Extensão. 

A realização do relatório é o atendimento da Resolução CONSUP/IFMT n.º 143 de 13 de dezembro de 2017, que oportunizou ao IFMT promover a Política de Acompanhamento de Egressos, buscando informações em relação ao perfil do egresso analisando as percepções e realidade destes, em relação ao itinerário formativo e o êxito profissional. Essas informações visam aperfeiçoar o planejamento da política educacional da Instituição.

Assim, é considerado egresso, o discente que tenha concluído todas as disciplinas curriculares, as atividades complementares e o estágio previstos no projeto pedagógico do curso. Além disso, deve ter recebido certificado de conclusão e/ou outorga de grau de curso de na instituição.

A estratégia de aplicação da pesquisa, ocorreu em etapas, sendo elas: coleta de e-mails dos ex-alunos, junto ao sistema acadêmico da instituição; envio da pesquisa através de e-mails e divulgação do link da pesquisa em mídias sociais. A pesquisa foi aplicada no período de jun/2020 a dez/2020, com apoio logístico dos setores de extensão, coordenações de cursos, comissões internas dos campi para esta finalidade e Pró-Reitoria de Extensão.    

A construção do Relatório da Pesquisa de Acompanhamento de Egressos 2019, segundo o coordenador de Egressos e Mundo do Trabalho do IFMT, Bruno José de Amorim Coutinho, teve como base as informações individuais coletadas via formulário eletrônico, que foram analisadas e traduzidas em números estatísticos, preservando os dados e informações individuais prestadas pelos egressos. 

“Comparando-se, em número de respostas, a pesquisa atual com a pesquisa realizada anteriormente com egressos que concluíram até 2018, verificamos que houve um aumento no número de respostas, representando um acréscimo de aproximadamente 65%, saindo de 1.060 para 1.752 respostas”, destaca Bruno Coutinho.  

O conteúdo do relatório, aponta que o IFMT alcançou a meta prevista no Plano de Desenvolvimento Institucional para o período de 2019 - 2023, em relação percentual de alcance de 40% de egressos inseridos no mercado de trabalho, e que, do universo de 1.752 respondentes, 63,5% informaram ter ocupação profissional no momento.

Coutinho destaca um dado importante em relação ao universo de egressos que informaram estar desempregados “precisamente 41,5% declararam que não estão em busca de oportunidades no mercado de trabalho no momento”.   

Em relação à qualidade do ensino, conforme verificado no PDI 2019-2023, o IFMT, em sua visão institucional, prima por “ser uma instituição de excelência na educação profissional e tecnológica, qualificando pessoas para o mundo do trabalho e para o exercício da cidadania por meio da inovação no ensino, na pesquisa e na extensão”, e assim podemos verificar, sob o ponto de vista dos egressos que responderam ao questionário, que o IFMT tem avaliações muito satisfatórias, conforme resultados abaixo: 

  1.  A satisfação quanto à imagem do IFMT perante a sociedade obteve a avaliação dos egressos, em sua maioria, de boa a muito boa, alcançando o percentual de 90,2%.
  2. A qualidade do curso alcançou o percentual de 83,6% nas avaliações entre bom e muito bom, representando a maioria das respostas. 
  3. A qualidade do conhecimento adquirido alcançou o percentual de 86,2% entre bom e muito bom, sendo a maioria das respostas entre os egressos. 
  4. A possibilidade de indicar o IFMT para um amigo, entre os que avaliaram entre grande e muito grande, alcançou 93,7%, sendo a maioria das respostas.   

O coordenador de Egressos e Mundo do Trabalho do IFMT, Bruno José de Amorim Coutinho, apontou o impacto da Política de Acompanhamento de Egressos, pela importância das informações prestadas ao IFMT. 

“Uma vez que, são apresentadas sob o ponto de vista dos egressos em relação aos aspectos da política educacional da instituição. Esclarecemos ainda que sob o ponto de vista do IFMT, o relatório é muito importante, pois apresentam dados importantes em relação as metas do PDI, tais como: percentual de egressos inseridos no mundo do trabalho e avalia os serviços educacionais ofertados. Sendo assim, é uma oportunidade para a Instituição analisar as informações dentro espaços estratégicos, no intuito de desenvolver o aprimoramento da política educacional, visando resultados de excelência em relação êxito dos egressos do IFMT no mundo do trabalho", explica o coordenador.

 Bruno Coutinho ressalta que os trabalhos de elaboração do questionário, aplicação e coleta de respostas ocorreram com a supervisão e acompanhamento da Pró-Reitoria de Extensão do IFMT. Além disso, o questionário foi realizado a partir da Resolução CONSUP/IFMT n.º 143/2017, unificado e aplicado anualmente para todos os campi do IFMT. Segue abaixo a resolução do Consup e o relatório. 

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Juína

Linha J, s/n - CEP: 78320-000

Telefone: (66) 3566-7300

Juína/MT