início do conteúdo

Reitor faz balanço de trabalho desenvolvido em 2022 e fala de metas para 2023

Publicado por: Reitoria / 24 de Janeiro de 2023 às 18:45

Reitor Julio César dos Santos fez balanço das ações da instituição em 2022 e falou sobre as metas para 2023.

Em entrevista concedida a uma emissora de TV local, o reitor do Instituto Federal de Mato Grosso, Julio César dos Santos fez um balanço das ações desenvolvidas pela instituição em 2022 e falou sobre as metas e projetos para 2023.

Alguns dos assuntos abordados foram: o lançamento de uma nova ação do Programa Teresa de Benguela, que prevê a qualificação profissional de duas mil mulheres indígenas e quilombolas; a reunião dos reitores de institutos federais e universidades com o presidente Lula, em Brasília, no dia 19.01; a criação do Centro de Robótica e Desenvolvimento de Softwares.

O reitor também informou sobre a situação das 28 obras em andamento nos Campi; a ampliação da oferta de vagas nos cursos técnicos; as mudanças nos planos dos cursos técnicos para integração Ensino, Pesquisa e Extensão, além das parcerias com o governo do Estado.

Acompanhe as principais partes da entrevista abaixo.

Programa Teresa de Benguela
Qualificação de duas mil mulheres

Reitor: Esse projeto é um dos orgulhos da nossa instituição porque é muito significativo socialmente. Ele trabalha com a capacitação e o fomento do empreendedorismo para as mulheres em situação de vulnerabilidade social. Trabalhamos prioritariamente com as mulheres indígenas, quilombolas, da Agricultura Familiar, com o Sistema Prisional, com mulheres das Comunidades Ribeirinhas. Capacitamos primeiro, através da oferta de cursos técnicos, e depois fomentamos e apoiamos o empreendedorismo. E porque esse programa é muito importante estamos dando um grande salto no seu investimento em 2023. Estamos com uma parceria realizada em 2022 com o Ministério da Mulher, com o apoio do senador Wellington Fagundes. 

Estaremos lançando agora, no dia 4 de fevereiro de 2023, em Vila Bela da Santíssima Trindade, terra de Teresa, a qualificação profissional de cerca de 2 mil mulheres. E estamos em busca de mais investimentos ainda, porque além de capacitar profissionalmente, de fomentar o surgimento desses novos projetos, queremos também financiar essas atividades das mulheres das mais diversas formas, para que elas possam gerar renda, conquistar autonomia, o empoderamento feminino e tudo o que é necessário para melhorar de vida. 

Reunião dos reitores com o presidente em Brasília
Histórico positivo & novas esperanças

Reitor: A fala do presidente foi muito no sentido de articular Educação, Ciência e Tecnologia, para que caminhem de mãos dadas. Na fala do presidente, do ministro da Educação, há sempre o compromisso de realizar os investimentos, no orçamento que o país comporta, é claro, no sentido de viabilizar condições de pesquisa.

O presidente anunciou o aumento no valor da bolsa CAPES, a bolsa para o pesquisador que cursa doutorado em período integral e que, por isso, não tem condição de trabalhar, uma vez que desde 2013 essas bolsas não sofrem alteração de valor. Então nós, reitores, tivemos uma ótima impressão da reunião, muitos compromissos foram assumidos, inclusive o de que, anualmente, o presidente e o ministro da Educação irão se reunir com os reitores para ouvir as nossas demandas e as necessidades para o ensino técnico e superior no país. 

Nós do Instituto Federal e das universidades saímos esperançosos porque existe um histórico muito positivo da primeira gestão do presidente Lula, de investimentos nas nossas instituições, inclusive de criação do Instituto Federal, transformação das antigas Escolas Técnicas em Instituto Federal, além de um amplo programa de investimento e expansão que permitiu a Mato Grosso saltar de 3 para 19 unidades.

Distribuição do IFMT e obras em andamento
Presente em 24 cidades 

Reitor: Temos 19 campi em 18 cidades e alguns deles possuem Centro de Referência, que são unidades avançadas. O campus Confresa, por exemplo, possui um Centro de Referência em Canarana, onde temos mais de mil estudantes matriculados; São Vicente possui o Centro de Referência de Jaciara e Campo Verde. Então totalizando campi e centros de referência, hoje estamos presentes em 24 cidades de Mato Grosso. 

Neste momento temos 28 obras em andamento. As principais são do campus Várzea Grande, uma obra que ficou paralisada durante quase 6 anos. Tivemos que refazer a licitação três vezes até que conseguíssemos uma empresa que, de fato, desse conta de realizar o trabalho, fizemos todos os procedimentos de rescisão contratual, mas em um ano conseguimos retomar a obra.  Hoje caminha bem, com previsão para ainda na minha gestão fazer a entrega. É um prédio fantástico com mais de 6 mil metros quadrados. E já vamos lançar nessa mesma estrutura, esse ano também, a construção do ginásio poliesportivo que vai atender o campus.

Estamos construindo a sede do campus Sinop, com uma unidade que funcionava numa estrutura provisória, cedida pela prefeitura. A previsão de entrega dessa obra também é na minha gestão. Devemos iniciar esse ano a construção de um novo Campus no município de Guarantã do Norte, onde temos uma unidade que funciona em sede própria, mas que no meu entendimento não é adequada para oferta da educação profissional e tecnológica. Firmamos uma parceria com a prefeitura, o Governo do Estado e devemos lançar, ainda este ano, a obra de construção deste prédio. 

Estamos fazendo outras obras de reformas e de reestruturação em nossas unidades, como Diamantino e o anfiteatro do campus Cuiabá que foi retomado.

Laboratório de Robótica e desenvolvimento de softwares
Parceria com universidade norueguesa

Reitor: Esse é um projeto de parceria do Instituto Federal, da Fapemat e da Seciteci, e tem o objetivo de construir no Parque Tecnológico de Várzea Grande um grande laboratório, uma grande estrutura de robótica e de desenvolvimento de softwares. A finalidade dessa estrutura é o atendimento dos setores produtivos, a geração de novos negócios através do empreendedorismo e de novos produtos através da Inovação. 

Para viabilizar o projeto, o IFMT firmou um convênio com uma universidade com a Norwegian University of Life Sciences, a Universidade de Ciências da Vida da Noruega, referência na área de robótica agrícola.

Em março estaremos lá visitando e firmando outros convênios com esta universidade. Vamos capacitar nossos profissionais da área de robótica, de automação industrial, e tecnologia da informação na Noruega, onde permanecerão um período e retornarão para atuar neste centro, que vai atender a formação dos estudantes na área de automação industrial robótica e também de desenvolvimento de softwares, e que também vai atender os setores produtivos.

O grande desafio que as instituições públicas de ensino têm, na minha perspectiva, é a aproximação com os setores produtivos. Nossas pesquisas, trabalhos de extensão e ensino precisam ter conexão com os setores produtivos. 

Parceria com a Secretaria de Estado Agricultura Familiar 
Novas patrulhas agrícolas

Reitor: O Governo do Estado de Mato Grosso tem tratado o IFMT quase como se fosse uma instituição vinculada ao estado, com todo o aporte necessário, com todo o apoio na área do transporte escolar, equipamentos e nas parcerias para os investimentos que a instituição precisa.

Hoje, temos 10 Campi considerados agrícolas que atuam ou na agricultura familiar ou no agronegócio e todos precisam constantemente de equipamentos. A SEAF tem sido uma grande parceira. No ano passado já houve a entrega de Patrulhas Agrícolas no campus São Vicente e, para 2023, houve o compromisso, inclusive com aporte no orçamento, para aquisição de mais nove Patrulhas Agrícolas para serem distribuídas a todos os campi agrícolas do IFMT. E para que o IFMT possa atender melhor os projetos relacionados à Agricultura Familiar a SEAF fez a doação de veículos e caminhonetes, para que os pesquisadores tenham melhores condições de estar presente nas comunidades da Agricultura Familiar.

Ensino Técnico Concomitante
Novas oportunidades de qualificação

Reitor: Firmamos com a Secretaria de Educação do Estado, um convênio para ofertar o ensino técnico concomitante a 1700 estudantes matriculados no estado. Isso significa que durante um período esse estudante vai estudar o ensino médio regular lá na escola do estado e no contraturno vai fazer o curso técnico no IFMT.

Programa EnergIF
Nova oferta em 2023

Reitor: Em 2022 lançamos o Programa EnergIF, lançado pelo Ministério da Educação através da Setec. Aderimos, fizemos investimentos da própria instituição e ofertamos o curso de instalador de placas fotovoltaicas em três municípios: Cuiabá, Sinop e Pontes e Lacerda. As primeiras turmas já concluíram seus cursos ou estão na fase final. Realizamos investimentos em laboratórios específicos de instalação de placas fotovoltaicas em todas essas unidades. E em 2023 devemos continuar a oferta desses cursos, de acordo com a demanda dos profissionais que desejam se qualificar nessa área. 

Houve uma procura muito grande, principalmente em Cuiabá, onde as 200 vagas ofertadas foram preenchidas no mesmo dia. Em Sinop também houve grande procura, e abrimos turma extra. Em Pontes e Lacerda estendemos o curso para o município de Araputanga e conseguimos atender e colocar no mercado profissionais preparados para contribuir, tanto na sustentabilidade, mas também na geração de renda e emprego para suas famílias.

Qualifica Mais Progredir
Cursos FIC para 600 profissionais 

Reitor: Lançamos também o Programa de qualificação profissional Qualifica Mais Progredir, para pessoas em situação de vulnerabilidade social de baixa renda nos municípios de Cuiabá e Várzea Grande. Formamos 600 profissionais, também nas mais diversas áreas e diversos cursos técnicos. Esses são cursos técnicos de Formação Inicial e Continuada, com duração de aproximadamente 6 meses, em sua oferta regular.

Hoje o IFMT oferta 209 cursos em todas as regiões do estado, em todos os seus campi, dos quais aproximadamente 140 são cursos técnicos. Nessa gestão temos procurado priorizar a oferta do ensino técnico, investindo em laboratórios, aderindo a programas com parcerias, porque entendemos que neste momento a nossa economia, o desenvolvimento do estado de Mato Grosso, a geração de renda e a qualidade de vida, passam prioritariamente pelo ensino técnico.

Apoio da bancada federal
Recursos assegurados 

Reitor: Conseguimos o aporte de recurso significativo para 2023 por uma articulação da deputada Rosa Neide, que inclusive abriu no orçamento a rubrica específica para o IFMT para emenda de bancada e, graças a essa rubrica específica, os demais parlamentares puderam aportar recursos na nossa instituição. Durante a minha gestão todos os parlamentares aportaram recursos federais no IFMT. Todos, sem exceção.

Não posso deixar de agradecer ao aporte de recurso na instituição nos anos anteriores também. Estamos gratos ao compromisso que a Bancada Federal de Mato Grosso tem tido com a educação profissional e tecnológica e com a atuação deles em Brasília em nossa defesa.

Conheça o IFMT
Ensino gratuito e de qualidade

Reitor: O IFMT é uma instituição pública e gratuita. 60% das vagas de todos os nossos cursos são ofertadas para estudantes cotistas, que vieram da escola pública, estudantes negros e estudantes com renda familiar abaixo de um salário mínimo e meio, para indígenas e para quilombolas.

Procuramos construir uma instituição que atenda quem mais precisa dela. E convido aquele que tem desejo de ter uma formação profissional a acessar nossas redes sociais, o site da instituição www.ifmt.edu.br  o nosso Instagram @ifmt_oficial, o meu Instagram @juliosantosprof .

Lá vocês podem acessar todas as oportunidades de cursos, parcerias, projetos de extensão e projetos de pesquisa. O IFMT é uma instituição que está de portas e braços abertos para receber toda a nossa comunidade.

Ouça a íntegra da entrevista pelo link:

https://www.youtube.com/watch?v=Q63RGbuOeXQ&ab_channel=TVPantanalCanal22

 

 

 

 

início do rodapé

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Juína

Linha J, s/n - CEP: 78320-000

Telefone: (66) 3566-7300

Setor: Assistente de Alunos whatsapp (065) 98161-2128

Setor: Secretaria de Registro Escolar whatsapp (065) 98161-2129 E-mail: secretaria.jna@ifmt.edu.br

Juína/MT